Principais Tópicos para Discussões de Estratégia na Comunidade de Língua Portuguesa

Internet Word Cloud, por Dave Braunschweig – CC-BY-SA 4.0.

Desde março de 2019, a comunidade de língua portuguesa da Wikimedia participa das discussões sobre a estratégia de movimento do Wikimedia 2030 em vários canais on-line e pessoalmente. Nesta postagem, você lerá um resumo com os tópicos mais relevantes dentre as áreas temáticas.

Continue lendo “Principais Tópicos para Discussões de Estratégia na Comunidade de Língua Portuguesa”

Wikimedia Portugal no Processo Estratégico em 2019

Post escrito por Gonçalo Themudo e Lucas Teles

Read this post in English

Em setembro passado, a Wikimedia Portugal teve a oportunidade de sediar um salão de estratégia com seus membros e convidados. Esta postagem do blog nos dirá como foi a experiência deles e trará um pouco da história do capítulo.

Continue lendo “Wikimedia Portugal no Processo Estratégico em 2019”

Ser um Contato Estratégico para a comunidade em língua portuguesa em 2019. Como foi para mim

Read this post in English.

Team touching hands.jpg by Teak Sato, PD.

Desde o início deste ano, tenho sido o Contato Estratégico em nome do processo estratégico do movimento Wikimedia para a comunidade em língua portuguesa em todos os projetos da Wikimedia. Está sendo uma ótima oportunidade para aprender diferentes aspectos sobre a comunidade em que sou voluntário há anos. Conversar com a comunidade sobre ela mesma significa ter acesso aos diversos pontos de vista dos projetos e também a um amplo conjunto de maneiras possíveis de trabalhar em prol de um futuro melhor.

Os dois canais de comunicação preferidos para o meu trabalho foram a Esplanada da Wikipédia em português e o nosso grupo do Telegram recém-criado para lusófonos. Também foram realizadas conversas em outros projetos em português, assim como o Wikimedia Commons, e por e-mail. Os tópicos de maior interesse para a comunidade foram “Funções e responsabilidades” e “Desenvolvimento de capacidades”.

Entre as recomendações da comunidade, muitas se referem a melhorias nas interações entre afiliados e grupos que as coordenam, como AffCom, Trust & Safety e outras vinculadas à Wikimedia Foundation, a fim de manter a comunicação mais ampla e transparente. A maioria das sugestões é a favor de uma mudança na tomada de decisões, recomendando uma forma mais descentralizada de governança, embora reconheça que para certos campos de ação, como manutenção de servidores e captação de recursos, o ideal é permanecer centralizado. A comunidade também acredita que devemos investir mais na expansão do conhecimento dos usuários na área técnica (escrevendo scripts, executando bots, desenvolvendo o MediaWiki etc.), que deve ser o foco das atividades de Capacitação.

Apesar de o português ser uma das línguas mais faladas no mundo, sua comunidade possui apenas um capítulo e um grupo de usuários reconhecidos como afiliados pela Wikimedia Foundation. Considerando que a maioria dos engajamentos geralmente vem de afiliados, isso se mostrou um problema em nossa comunidade. Ainda assim, a ampla comunidade é composta por voluntários apaixonados que demonstraram um bom nível de interesse ao expor seus pontos de vista, fornecendo uma ampla gama de idéias.

O Brasil, por exemplo, tem um histórico de várias tentativas de criar um capítulo e grupos de usuários e pode amadurecer com o tempo com diferentes formas de divulgação da Wikimedia, interação com a comunidade e parcerias. Portugal tem um capítulo sólido que vem aumentando suas atividades recentemente. Ambos os países compõem a maioria dos participantes das conversas e puderam contribuir profundamente com as experiências que carregam. Voluntários do Grupo de Usuários do Wiki Movimento Brasil participaram individualmente nos locais habituais de conversas da comunidade. O mesmo aconteceu com os membros da Wikimedia Portugal, que também puderam sediar um Salão de Estratégia em setembro.

As conversas da comunidade também foram capazes de confirmar o que muitos wikimedianos já sabiam: a comunidade de língua portuguesa está cheia de lacunas. A menor presença de mulheres entre usuários é notável, mas não é sua maior deficiência. Os grupos menos vistos nas conversas provavelmente são aqueles com mais dificuldade em acessar a Internet. Entre outros países, a língua portuguesa também é falada nos países africanos Moçambique e Angola. Ainda assim, poucos usuários do continente africano participaram do processo, o que também se reflete na baixa presença da comunidade de editores. Tentei superar esse obstáculo enviando comunicações em massa às comunidades desses dois países, para que não fiquemos sem a opinião desse grupo. O mesmo aconteceu com grupos indígenas do Brasil.

Trazer mais diversidade à nossa comunidade é uma das coisas que tornam o Processo Estratégico tão importante. Esperamos que, ao final da implementação do Processo Estratégico, quando nossa comunidade se tornar a infraestrutura essencial para o ecossistema de conhecimento livre, esses obstáculos serão superados com mais facilidade e é por isso que estamos nos esforçando para fazer desse trabalho o melhor possível.

É importante saber que nossa comunidade está atualmente pensando em muitos assuntos relevantes, escrevendo e trazendo sugestões. Não importa aonde os resultados do processo nos levem, já é algo para comemorar o fato de que estamos procurando nos tornar mais inclusivos, dando considerações especiais para aqueles que foram deixados de fora. Este trabalho trouxe idéias relevantes e estamos chegando ao momento em que poderemos implementar o que foi discutido. Estou muito animado para saber o que vem a seguir e espero que a comunidade permaneça envolvida no processo.